GK Bike Store - шаблон joomla Книги
Menu

UNIÃO ENTRE SETORES

União entre setores municipais reforça educação ambiental em Itabira

Crianças de escolas locais serão alvo de uma série de ações para a preservação da natureza

 

Em uma soma de esforços, a Prefeitura de Itabira está ampliando suas ações de educação ambiental, com foco nas novas gerações. Uma iniciativa piloto tem por meta despertar o interesse de crianças à temática, desenvolver senso crítico e cidadania. Para isso foi costurado um plano de trabalho entre as secretarias de Meio Ambiente (SMMA) e Educação (SME), Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) e Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb).

Essa união foi formada assim: a SMMA chamou os parceiros e levou o programa Cidade Viva, lançado no ano passado, para o universo do programa Cultura Empreendedora, da SME, já desenvolvido nas escolas do Município com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). O Saae entrou com o bem-sucedido “Protetores da Água”, e, a Itaurb, autarquia de limpeza urbana, trouxe o trabalho feito porta a porta para conscientizar a população sobre a separação do lixo.

A partir dessa associação veio o plano que, em um primeiro momento, vai envolver alunos dos 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental, de sete escolas municipais - Éster Pereira Guerra; Coronel José Batista; Marina Bragança; Matilde de Menezes; Professor Alfredo Sampaio; Manoel Tomás e Efigênia Alves.

Ao menos 1.800 estudantes serão alcançados. “Temos muita coisa boa em Itabira, muitas áreas verdes e que precisam ser preservadas. Temos de aprender a lidar com esses espaços de forma sustentável, cuidadosa”, disse Priscila Martins da Costa, secretária municipal de Meio Ambiente.

 

“Sem chatice”

  

Ação levará os estudantes para visitas guiadas à Mata do Intelecto, unidade de conservação com viveiro de mudas, orquidário e quiosques localizada na área central da cidade. Para tornar as visitas mais dinâmicas, os passeios terão atores da Companhia Itabirana de Teatro, grupo artístico tradicional e reconhecido da cidade.

Além disso, Saae e Itaurb levarão seus trabalhos para dentro das salas de aula. “Ao germinar sementes da educação ambiental nas crianças e fazer com que elas as repliquem em suas casas, no meios em que convivem, teremos bons resultados no futuro”, acredita Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Saae.

Sebastião Onofre, diretor-presidente da Itaurb, também vê com bons olhos o trabalho conjunto. “Nós tentamos limpar a cidade, mas, percebemos que há muitas pessoas que ainda não estão em sintonia com a educação ambiental, com a separação, destinação de resíduos e coleta seletiva. Levar o tema para a educação básica é fundamental para formarmos cidadãos mais conscientes”, pontuou.

 

“Atrai investimentos”

 

  

O Cultura Empreendedora, ponto de partida do trabalho formado pela SMMA, SME, Saae e Itaurb, atua com o estímulo de competências de crianças e adolescentes para o empreendedorismo. O programa é trabalhado nas 30 instituições municipais.

No entendimento de José Gonçalves, secretário municipal de Educação, educação ambiental também gera desenvolvimento à cidade. “Uma cidade limpa e sustentável também atrai investimentos. São pessoas querendo morar aqui, investir aqui”, ressaltou.

 

Evento

A ação conjunta foi lançada nessa quinta-feira (28/2), no auditório da Mata do Intelecto, estrutura que abriga a SMMA. Houve discursos de autoridades, intervenções artísticas da Companhia Itabirana de Teatro, apresentações de trabalhos por crianças das escolas Antonina Moreira e Didi Andrade, e painel com apresentações de projetos das secretarias e autarquias envolvidas.

Participante do evento, Pietro Henrique Silva Franklin comentou o entendimento que tem, aos 13 anos, da importância da iniciativa. “Eu acho que é importante (a educação ambiental) porque o planeta está perdendo água, o clima está mais quente e precisamos pensar em sustentabilidade”. Pietro cursa o oitavo ano do Ensino Fundamental na Escola Municipal Antonina Moreira.

 

         

back to top